Sala de imprensa Artigos

Ver artigos   

Setembro/2016 - Toni Sando

Desmistificando os finais de semana

Um destino que tem em seu DNA o turismo do segmento MICE possui alguns comportamentos padrões. Um deles é a taxa de ocupação dos dias de semana comparada com finais de semana. É comum em São Paulo que a ocupação dos hotéis seja maior nos dias úteis, afinal, mais de 70% de seus visitantes são motivados por negócios e eventos. A título de exemplo, o mais recente relatório “Desempenho dos Meios de Hospedagem da Cidade de São Paulo”, de junho de 2016, realizado pelo Observatório de Turismo e Eventos, núcleo de pesquisas da São Paulo Turismo, aponta que, no primeiro semestre deste ano, a ocupação geral fechou em 60,82%, enquanto aos finais de semana o número registrado foi de 55,01%.

Entretanto, o cenário vem mudando gradativamente. Em um estudo inédito realizado pelo São Paulo Convention & Visitors Bureau, analisando as ocupações no primeiro semestre de 2012 a 2016, é possível ver uma evolução aos finais de semana na capital paulista.

Enquanto toda a cadeia produtiva de turismo, eventos e viagens vem encarando desafios, como o novo perfil de público de feiras e congressos, que tem registrado menos participantes, ainda que mais seletos, o final de semana em São Paulo vem passando por uma transformação ascendente.

Em 2012, os sábados e domingos nos hotéis contaram com 53,52% de ocupação no semestre e 54,68% no ano todo. Em 2016, já foram registrados 55,01% e, projetando a partir da média histórica, pode-se chegar a 56,41%, maior valor entre os períodos analisados.

Nesses dias, é costume da hotelaria praticar diárias diferenciadas, como forma de tornar o setor mais atraente. Em meses como janeiro e junho, a afinidade entre menor diária média e maior ocupação é verdadeira. Já nos outros meses, essa relação não é tão clara. Com o estudo, é possível perceber que 2016, com exceção do mês de fevereiro, quando a demanda é maior por conta do Carnaval, a hotelaria vem praticando as diárias mais competitivas dos últimos quatro anos.

O turismo de lazer em São Paulo tem desafios únicos de uma metrópole movida a eventos e negócios. Empresários e executivos que viajam a São Paulo e podem querer retornar brevemente aos seus destinos de origem, moradores que não conhecem a própria estrutura turística nem a experiência de passar ou presentear alguém com uma estadia aos finais de semana nos badalados hotéis da capital, entre outros.

Perante esses desafios, é verdadeiro relacionar o avanço da ocupação com projetos constantes, como o “Fique Mais Um Dia”, que incentiva o visitante de negócios a estender sua estadia para conhecer outras faces do destino ou de cidades próximas; a aceitação da efetividade do “bleisure”, conceito que une viagem de negócios e lazer; a realização com sucesso da Copa do Mundo e das Olímpiadas, eventos nos quais São Paulo teve atuação de destaque e recebeu centenas de milhares de visitantes nacionais e estrangeiros, recebendo projeção mundial; além, é claro, de toda seu estrutura, de bares, restaurantes, museus, parques, vida noturna, programação de shows e festivais, teatro, compras e muito mais.

O trabalho é perene. A exemplo do Carnaval de São Paulo, com destaque para o Carnaval de Rua, que auxilia na ocupação de hostels e hotéis, São Paulo vem se consolidando como um destino completo, da capital dos negócios ao hub absoluto do entretenimento.


  • Toni Sando

    Toni Sando

    Presidente Executivo do São Paulo Convention & Visitors Bureau

*Presidente Executivo do São Paulo Convention & Visitors Bureau, Toni Sando tem em seu currículo graduação em Administração de Empresas pela Universidade São Judas Tadeu (USJT), cursou pós-graduação em marketing pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), e tem MBA em gestão empresarial pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Seu histórico profissional inclui destacadas atuações nas áreas de operações, marketing, produtos e negócios no mercado financeiro (bancos Noroeste, Nacional e Unibanco). Durante sete anos dedicou-se à área de marketing da Accor Hotels na América do Sul.

Busca Agenda

+ busca avançada Buscar   
  Relatório 2016
  ÍNDICE DE PREÇOS - TRIVAGO
Personal Guides

Vídeos

7388755

Podcast com todos os eventos acontecendo semanalmente

  SPCVB 33 anos

Twitter